Eu sou meu projeto principal – Autoconhecimento

Esse texto: Eu sou meu projeto principal, fala sobre autoconhecimento, autogestão e autoconsciência. Vamos juntas entender a aplicabilidade desses conceitos no empreendedorismo para mulheres.

Mas o que isso significa?

O autoconhecimento é um processo, ele é constante e acontece no nosso dia a dia, está em refletir sobre suas ações e emoções, percebendo quais são os aprendizados que nossas vivências diárias nos trazem. Também se baseia em conhecer e respeitar nossa história de vida.

Esse processo de autoconhecimento, trabalha nossa autoconsciência, sobre o que acontece conosco, nossos sentimentos e emoções, e em relação a forma como nos relacionamos com as pessoas a nossa volta.

Imagem produzida com elementos do Canva Pro
Diário de Conexão Interior

O Processo e quais são os benefícios.

Quando eu entro nessa jornada de aprender sobre mim, de olhar para minhas crenças, meus medos, minhas fragilidades eu posso também perceber quais são meus valores, minhas características mais fortes, minhas habilidades e quais dessas características e habilidades são minhas forças.

Conhecer a si, muda tudo na sua existência, te traz uma percepção melhor sobre a sua vida, te ajuda a se conectar com sua essência. Traz mais assertividade na tomada de decisões, melhora a sua comunicação nos relacionamentos pessoais e profissionais.

Como fazer minha Autogestão?

No momento que eu consigo visualizar com clareza meus pontos positivos e meus pontos que precisam ser trabalhados de um forma positiva (olhando para si com gentileza, sem menosprezo e sem julgamentos excessivos), eu sou capaz de me auto gerenciar, gerir minhas habilidades e emoções. Criando ferramentas para me ajudar nas partes deficientes e buscando gatilhos para potencializar minhas forças.

Fazendo esta autogestão, eu sou capaz de encontrar formas de burlar ou amenizar meus pontos deficientes ou negativos, ou me motivar para desenvolver novas habilidades.

Por onde começar?

Por exemplo, tem dificuldade em se organizar, ou em manter o foco nas atividades; tendo percebido isso, as perguntas a se fazer são:

  • Quais são as ferramentas que podem me ajudar?
  • O que eu posso mudar na minha rotina para melhorar isso?
  • E, principalmente, o quanto esse aspecto da minha personalidade me prejudica?
  • Ele me impede de alcançar meus objetivos?

Ao responder esses questionamentos, você iniciará seu plano de ação para mudar, ou não, esses aspectos da sua personalidade.

Imagem produzida com elementos do Canva Pro
Diário de Conexão Interior

Vamos falar sobre perdão e Aceitação

Porque eu mencionei “mudar ou não,” porque autoconhecimento também é sobre perdão e aceitação. Perdoar a si mesmo pelos erros cometidos, perdoar as magoas do passado, aliviando a carga emocional que tudo isso nos traz.

Todos nós, seres humanos, temos falhas, erramos, nos enganamos e as vezes magoamos as pessoas e somos magoados por elas. Ao decorrer dessa jornada diária e constante do autoconhecimento, você perceberá isso.

E isso pode ser libertador também, perceber que errou e que tem alguns aspectos da sua personalidade que podem ser melhorados e explorados para um processo de aprendizagem e cura interior. Perdão não é esquecimento, é apenas lidar com as emoções e não deixar mais que aquilo te machuque.

E como reciclar tudo isso?

Gostaria de lembrar, fraquezas não viram forças, mas elas podem ser amenizadas; podemos e devemos buscar desenvolver habilidades. A mudança e o aprendizado fazem parte da vida, dos negócios, do desenvolvimento humano, não podemos nos fechar para o novo.

Ainda assim, a vida não é uma competição, sendo meio repetitiva aqui, mas é sobre ser melhor que você mesma. Não há necessidade em ser bom em tudo, concentre-se em encontrar e destacar suas forças, suas melhores habilidades.

Nesta profunda aceitação de seu ser natural está a semente de sua transformação. E quando ela vem por si mesma, então é um crescimento.

OSHO

Nesta profunda aceitação de seu ser natural está a semente de sua transformação. E quando ela vem por si mesma, então é um crescimento.

Fazer terapia, meditação, mapas mentais, mentorias ou diários são ótimas opções para trabalhar seu autoconhecimento. Lembrando que todo conhecimento precisa ser aplicado através de ações para que traga resultados.

Aceitação x conformidade

E quanto aqueles seus “defeitinhos”, aceite-os! Essas suas características e habilidades menos desenvolvidas fazem parte de você também. Abrace-as, seja gentil com você, se for possível, trabalhe para harmonizar isso em você.

Mas quero reforçar algo aqui, aceitação é totalmente diferente de conformidade. Se conformar é dizer, é assim e não a nada a fazer. É como dizer: “Eu sou assim, não quero e não preciso mudar, quem quiser que conviva com isso.”

Aceitação é perceber, entender e analisar até que ponto esse comportamento, esse aspecto da minha personalidade, esse medo ou essa crença, pode te ajudar ou te prejudicar.

Além disso, sempre é possível melhorar e criar hábitos novos. Você Talvez não se torne um expert, mas terá alcançado um nível de excelência que fará diferença na sua vida e nos seus negócios.

Ninguém nasce um empreendedor. Cada pessoa segue por um caminho único para alcançar o sucesso, e não existe um manual de instruções para isso. Mas quando a empreendedora trabalha o autoconhecimento e usa isso no seu planejamento, ela já começa com o pé direito, pois essa empreendedora terá uma chance maior de ter sucesso, tomando decisões mais assertivas.

Porque ela sabe quais são os seus objetivos e sabe o que fazer para alcançá-los, tem seus valores bem definidos e sabe qual é a comunicação que a sua marca vai usar, uma comunicação verdadeira e autêntica que reflete seus valores e que leva essa empreendedora para uma caminho de crescimento e sucesso.

Então bora lá comprar nosso diário de conexão Interior e começar essa jornada de autoconhecimento!?

Imagem produzida com elementos do Canva Pro
Diário de Conexão Interior

Compartilhe nosso Conteúdo!

Elisangela Aranda

Elisangela Aranda

Meu trabalho é apoiar mulheres empreendedoras através da educação para negócios ou educação empreendedora. Eu acredito que um mundo pode ser um lugar melhor com mais equidade. Eu quero despertar em cada mulher a sua essência, fortalecendo o seu potencial de criar e transformar através do empreendedorismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Aprendizados

saiba o que A Confraria Networking tem para você.